VIDEORREPORTAGENS

2 de fev de 2011

O tempo para agir está se esgotando


O tempo para agir contra as mudanças climáticas está se esgotando, alertou o Greenpeace logo após a divulgação do novo relatório sobre impactos do aquecimento global do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU (IPCC). O estudo "Impactos, Adaptação e Vulnerabilidade", segundo de uma série de estudos do quarto relatório do IPCC, divulgado em Bruxelas, deixa claro que há pouco tempo para evitar impactos dramáticos e perigosos das mudanças climáticas nas próximas décadas. O documento foi concluído depois de quase uma semana de negociações e uma longa e tensa sessão que durou 24 horas. Entre os dados do relatório constam os efeitos globais da elevação da temperatura nos ecossistemas e nas populações, além da avaliação dos impactos da mudança climática provocada pela atividade humana no próximo século. "É uma visão apocalíptica do futuro. A Terra será completamente transformada pelas mudanças climáticas induzidas pela atividade humana, a menos que uma série de medidas seja adotada imediatamente" afirmou Stephanie Tunmore, coordenadora da campanha de Clima e Energia do Greenpeace Internacional. "O relatório divulgado hoje mostra que o tempo está acabando." (Fonte: Greenpeace).

Nenhum comentário:

Postar um comentário